Corpo de vítima da Covid-19 é trocado e acaba enterrado duas vezes e filha diz: “É um pesadelo que a gente está passando”


Foto: reprodução/TV Clube

O corpo de Francisca Carvalho Ferreira, vítima da Covid-19, foi enterrado duas vezes, neste sábado (18/7), após ser “trocado” com outra pessoa que também morreu em decorrência do novo coronavírus. O corpo de Francisca foi enterrado por outra família na manhã deste sábado, em Teresina (PI). A confusão acabou descoberta à tarde.

A filha de Francisca, Gerlane Seba, disse à TV Clube que soube da morte da mãe por volta das 3h deste sábado. A mulher ficou internada por 14 dias em um hospital particular na Zona Leste da capital piauiense.

A família de Francisca foi, pela manhã, até a unidade hospitalar para reconhecer o corpo e, depois, resolver as questões referentes ao sepultamento. Às 17h, os parentes voltaram ao hospital com funcionários da funerária, mas só encontraram corpos de dois homens.

“Entramos em desespero. Onde está minha mãe? Não estava lá. Um maqueiro chegou a dizer que saiu um corpo sem identificação do hospital”, disse Gerlane à TV Clube. “É um pesadelo que a gente está passando, porque ninguém pode enterrar de uma forma digna”, lamentou.

A mulher descobriu que o corpo da mãe foi liberado para outra família e enterrado durante a manhã. O cadáver que Gerlane receberia seria da pessoa que a outra família esperava enterrar.

Por causa da confusão, o corpo de Francisca foi enterrado e depois desenterrado para ser devolvido à sua família. Ela foi sepultada de novo durante a noite deste sábado, no cemitério do bairro Promorar.

Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *